Conversas com Gilca Flores


Neste encontro do nosso grupo de estudos, a convidada Gilca Flores aborda questões de conservação preventiva, restauração e reexibições de obras contemporâneas.


A conversa gira ao redor de estudos de casos que a restauradora realizou dentro e fora do Espírito Santo, no período de seu doutoramento. Enfoca ações operadas em parceria com museus públicos de Vitória, em especial na atualização dos protocolos de documentação de instalações de arte.


Gilca Flores é doutora em Conservação e Restauração de Bens Culturais pela Universidade Politécnica de Valencia, Espanha. Graduada em Artes Plásticas pela Ufes, com especialização em Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis e mestrado em Artes Visuais pela UFMG. Professora do Departamento de Artes Visuais e atual coordenadora do Núcleo de Conservação e Restauração da Ufes.


A conversa A documentação como caminho para conservação e reexibição de obras contemporâneas foi realizada no dia 04 de novembro de 2020.


O evento, realizado em plataforma digital, foi uma ação do grupo de estudos do projeto de extensão Processos de Criação em Curadoria (Universidade Federal do Espírito Santo) e foi promovido em parceria com o grupo de pesquisa Curadoria e Arte Contemporânea (CNPq/UFES).