Cotidiano, corpo e processos de subjetivação, por Lindomberto Ferreira Alves

Este vídeo apresenta o artigo Cotidiano, corpo e processos de subjetivação: ou, três chaves de decifração ao universo dos processos criativos de Rubiane Maia escrito por Lindomberto Ferreira Alves (Mestre em Teoria e História da Arte - PPGA/UFES).


O artigo investiga como que cotidiano, corpo e processos de subjetivação são agenciados nos processos artísticos de Rubiane Maia. Persegue-se, aqui, a hipótese de que esses três verbetes se constituem como eixos norteadores dos deslocamentos poéticos explorados pela artista entre os anos 2006 e 2016. Busca-se situar em perspectiva suas intenções poéticas de indissociação entre vida e obra – tendência que parece conduzir a artista multimídia Rubiane Maia à afirmação de um horizonte mais expansivo de relações entre arte e vida.


Comunicação originalmente apresentada no POÉTICAS, ES - Seminário Ibero-americano sobre o Processo de Criação nas Artes, em dezembro de 2020.


O texto da comunicação está publicado nos Anais do evento, disponível aqui.