top of page

Pesquisa da Ufes é destaque no congresso internacional de Arte e Tecnologia em BH

O estudo apresentou as especificidades de algumas exposições virtuais brasileiras de 2021, que foram investigadas pela artista-pesquisadora Thaíssa Dillÿ para o seu Trabalho de Graduação em Artes Visuais, sob orientação do professor Dr. Daniel Hora na Ufes.


A palavra "Crises" esteve no foco das discussões de pesquisadores e discentes no 8º Congresso Internacional de Arte, Ciência e Tecnologia e Seminário de Artes Digitais 2023 (8º CIACT-SAD 2023). Dentre os apresentadores estava a mestranda Thaíssa Dillÿ (PPGA) divulgando os resultados da sua pesquisa sobre "Arte e Tecnologia no Pós-pandemia", realizada em co-autoria com o professor Dr. Daniel Hora (DAV).

O estudo destacou a importância de refletir sobre os desafios e as oportunidades do sistema da arte no Brasil em meio a uma das maiores crises sanitárias da humanidade – cujo tema central também é debatido entre outros participantes no 8º CIACT-SAD 2023. A apresentação foi transmitida ao vivo pelo canal do LabFront no YouTube. O evento ocorreu entre os dias 26 e 30 de junho, no Centro Cultural UFMG, em Belo Horizonte.


"Na pandemia de Covid-19, vimos acelerar muito o processo de transição do analógico para o digital. Nós observamos o setor artístico e cultural – assim como outros segmentos do mercado – intensificar rapidamente as suas atividades no ambiente virtual. Foi a partir desse contexto que iniciamos a nossa pesquisa "Arte e Tecnologia no Pós-pandemia" e buscamos analisar como as mídias digitais foram usadas pelas instituições artísticas brasileiras naquele momento de crise", explicou a mestranda Thaíssa Dillÿ.


No total, 40 exposições digitais de 2021 foram analisadas a fim de compreender as características dessas curadorias brasileiras. O levantamento dos dados foi efetuado entre abril e julho de 2022. Apesar das exibições virtuais oficialmente finalizarem suas programações em 2021, em 93% dos casos, o acesso online continuava disponível no ano do mapeamento.


"Se, inicialmente, a relação da arte com a internet se estabeleceu com artistas independentes na década de 1990 na chamada Net Art, agora então toda a arte estaria disponível nos meios eletrônicos. E aí, vem a nossa questão: haveria então uma perspectiva das redes digitais abarcarem qualquer gênero de arte? É isso o que buscamos investigar e percebemos as possibilidades de aproveitamento da Internet e da maneira como utilizamos as redes hoje dentro desse ambiente do capitalismo de plataformas para facilitar a circulação da arte na sociedade", destacou o professor Dr. Daniel Hora.


O trabalho "Arte e Tecnologia no Pós-pandemia" faz parte de uma pesquisa mais ampla – intitulada "Sistemas da Arte Pós-digital: estudos sobre curadoria expandida em plataformas on-line" –, que aborda exposições virtuais promovidas no Brasil em anos anteriores e posteriores à pandemia (2019-2022), por meio da parceria entre grupos de pesquisa e extensão da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e colaboradores na Universidade de Brasília (UnB). O projeto conta ainda com o financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes).




 

SAIBA MAIS:

8º Congresso Internacional de Arte, Ciência e Tecnologia e Seminário de Artes Digitais 2023


O 8º CIACT-SAD 2023 é organizado pelo Laboratório de Poéticas Fronteiriças (UEMG/CNPq) e mantido por uma ampla rede de grupos de pesquisa desde 2015 (UEMG, CEFET-MG, UFSM, UFBA). Neste ano, a edição traz a palavra "Crises" como tema central de discussão, convidando a comunidade internacional a refletir sobre a pesquisa e produção artística contemporâneas.


"Estamos chegando ao fim do primeiro quarto do século XXI e nele a palavra "crises" é uma das mais representativas da realidade. Através dela lembramos de crise financeira, crise climática, crise de saúde, crise política, crise de refugiados, mas também crise de segurança alimentar, crise de recursos híbridos, crise de saúde mental, crise de desigualmente econômica, crise ambiental. Estas e outras crises podem ser agrupadas e são seriamente exploradas em diversas dimensões no campo artístico e de sua relação com a ciência e a tecnologia, todos estes implicados no contexto crítico proposto por nosso evento", ressaltou Pablo Gobira, presidente da Comissão Organizadora do 8º CIACT-SAD 2023.


O evento publica volume de anais com textos completos em todas as suas edições. Além das apresentações de trabalho (GTs) e das palestras com convidados nacionais e internacionais, o congresso também teve uma programação cultural com lançamento de livros, exposições e apresentações artísticas diversas.



PANORAM4


Como o próprio nome denuncia, essa exposição representa um panorama desse campo e da enorme comunidade que abraça e participa do congresso. A equipe curatorial desta edição selecionou trabalhos submetidos a edital que ficou aberto na primeira parte do primeiro semestre de 2023. A seleção seguiu o anunciado no edital e incorporou na exposição: obras relacionadas ao tema da edição do CIACT-SAD 2023 ("Crises"); obras do campo das relações entre arte, ciência e tecnologia (artes digitais); ou obras que abarcam essas duas dimensões de produção simultaneamente.

Além disso, a curadoria dedicou uma sala a obras de artistas participantes de duas residências: uma específica em bioarte e outra dentro das relações amplas das artes com a ciência e tecnologia. Essas foram duas residências que ocorreram respectivamente em meados de 2022 e nos dias que antecederam o CIACT-SAD 2023.

A exposição, composta por obras desses contextos, foi organizada de modo que o visitante poderia:

  1. Encontrar trabalhos na Grande Galeria do Centro Cultural UFMG (Av. Santos Dumont, 174) em Belo Horizonte/Minas Gerais, Brasil);

  2. Visitar a Grande Galeria online, em um ambiente 3D digital com algumas de suas salas hibridizadas no ecossistema blockchain;

  3. Assistir performances ao vivo e obras de videoarte em exibição em uma tela grande no auditório do Centro Cultural UFMG durante a programação do CIACT-SAD 2023;

  4. E, ainda, encontrar uma galeria online disponível para visitação de trabalhos que poderiam ser vistos exclusivamente nela.


 

Comments


bottom of page